25 de setembro de 2020, 16h02

Taça do Decacampeonato já está no Museu Benfica

Atletismo

Capitães da equipa masculina de atletismo fizeram a entrega do troféu, um momento que também homenageou o recentemente falecido treinador Pedro Rocha.

Os capitães da equipa masculina de atletismo do SL Benfica, Tsanko Arnaudov e Diogo Antunes, entregaram o troféu de Campeão Nacional no Museu Benfica – Cosme Damião. Um ato simbólico dos decacampeões também em homenagem ao recentemente falecido treinador Pedro Rocha.

À BTV, Tsanko Arnaudov, atleta de lançamento do peso, começou por agradecer todo o apoio dado pelo Presidente Luís Filipe Vieira e pela estrutura.

Tsanko Arnaudov

"Nunca nos faltou nada, agradeço do fundo do coração"

"Antes do 10.º título consecutivo, estivemos 17 anos sem vencer um título. Tudo isto é graças ao nosso Presidente, a quem eu agradeço do fundo do coração por ter confiado em nós para representar ao mais alto nível o Benfica. No período desses dez Campeonatos, temos ainda dois lugares de vice-campeões europeus, o que só demonstra toda a força e apoio que ele nos tem dado. Nunca nos faltou nada", referiu o atleta encarnado.

O velocista Diogo Antunes mostrou-se orgulhoso por vestir de águia ao peito e representar uma equipa que já contribuiu com muitos títulos para a história do Clube.

"Entrei há dez anos no maior clube português, que é o Benfica, e poder trazer mais uma Taça para este Museu fantástico recheado de conquistas de todas as modalidades do Clube é um prazer enorme. É também um prazer enorme vestir a camisola de um clube com uma estrutura fantástica, que nos proporciona o melhor. O nosso objetivo é trazer estes títulos, pois todos merecem", confessou.

Digo Antunes

Na última década, o atletismo encarnado somou 954 títulos de campeões nacionais individuais e cerca de 300 participações internacionais, onde foram alcançadas mais de uma dezena de medalhas.

"O projeto começou e notou-se a aposta significativa na modalidade. Essa aposta tem vindo a dar frutos e a prova disso são os resultados e as medalhas que já conquistámos", vincou Diogo Antunes.

Decacampeões Benfica Atletismo

"Este troféu é também uma forma de reconhecer o trabalho do professor Pedro Rocha"

O Decacampeonato Nacional surgiu quando o atletismo viu partir um dos grandes obreiros de um projeto que tem muita gente envolvida de forma apaixonada. O treinador Pedro Rocha, que morreu vítima de doença prolongada, foi recordado pelos capitães do Benfica.

"Foi difícil porque era uma pessoa muito próxima de nós, treinador do Benfica e da Seleção Nacional. Este troféu também é dedicado a ele, porque esteve presente nestes dez êxitos. É o simbolismo que podemos dar a quem fica cá e reconhece o trabalho dele, que também está presente neste troféu", realçou Diogo Antunes.

Decacampeões Benfica Atletismo

"Não era desta maneira que queríamos receber este troféu. Fica em recordação ao professor Pedro, que era uma pessoa cinco estrelas. Não há forma mais cruel de receber este título, com a notícia da morte do treinador", lamentou Tsanko Arnaudov.

Texto: Márcia Dores

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Patrocinador Benfica Olímpico


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar