Futebol

24 maio 2021, 00h40

Jorge Jesus

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

No Estádio Cidade de Coimbra, o SC Braga venceu o Benfica por 2-0 na final da 81.ª edição da Taça de Portugal. A partida ficou marcada pela expulsão forçada de Helton, aos 17', e Jorge Jesus, no fim, reconheceu: "Fomos uma equipa digna."

Apesar da derrota, o técnico lembrou, em conferência de Imprensa, que a equipa teve oportunidades e procurou soluções para inverter o resultado; reforçou que as finais devem ser apitadas pelos melhores e não premiar árbitros em final de carreira, lamentou não poder dedicar uma conquista aos Benfiquistas e garantiu já estar a preparar a temporada 2021/22.

Final da Taça de Portugal

Expulsão que desequilibrou

"Ficámos sem um jogador [cartão vermelho a Helton aos 17'] num lance… até admito que o árbitro não tenha visto o lance, mas o VAR viu e o Helton não toca no Abel Ruiz, que se fez à expulsão. Ainda por cima, a bola está a sair da zona da baliza, daquilo a que chamamos de 'zona de funil'. Esse lance foi determinante, ficámos a jogar com menos um. A equipa, nos 10/15 minutos após a expulsão, teve algum desequilíbrio, mas depois manteve. A acabar a primeira parte, o Julian [Weigl] tem uma grande possibilidade de fazer o 0-1 e depois sofremos o 1-0 nos descontos, numa situação fácil para a nossa equipa. A perder por 1-0, e com menos um, as coisas ficaram mais complicadas, mas os jogadores do Benfica acreditaram que podiam dar a volta, equilibrámos e procurámos soluções, mesmo com menos um. Quando fomos à procura de tudo, sofremos o segundo golo. Não disputámos o jogo como seríamos capazes."

Final da Taça de Portugal

Final da Taça de Portugal: a análise

"Sabíamos que o jogo ia ser difícil, o SC Braga tem uma boa equipa, nós também temos e estávamos a passar um bom momento. Sabíamos que teríamos de ser a equipa que fomos ao longo das últimas quinze jornadas do Campeonato Nacional. Onze contra onze íamos estar no jogo como estava o SC Braga. A equipa esteve bem. Foi notório que nos faltou poder ofensivo, faltou-nos criatividade. A principal responsabilidade de não termos ganho foi o facto de não termos tido tanto poder ofensivo. O SC Braga ganhou bem, soube jogar com mais um e aproveitou dois erros nossos. Há que dar os parabéns ao SC Braga. É uma derrota pesada, que nos deixa tristes, porque acreditávamos na vitória na final. Era o último jogo, tínhamos a possibilidade de discutir o título e é sempre bom quando temos essa possibilidade. Fomos uma equipa digna."

Final da Taça de Portugal

Prova-rainha merece os melhores árbitros

"Isto de premiar o árbitro que vai acabar a carreira colocando-o a apitar a final da Taça de Portugal tem de acabar. A final da Taça de Portugal é para ser apitada pelos melhores árbitros e não pelos que estão a terminar a carreira. Todos os anos, a escolha do árbitro para a final da Taça é o que está a terminar a carreira. Isto, no futuro, não pode continuar."

Final da Taça de Portugal

Disputar um título é sempre importante

"Esta final era importante conquistar porque era um título. A possibilidade de poder discutir um título é sempre bom. Até pelos adeptos. Ainda na saída do hotel até ao estádio recebemos o apoio de uma grande mancha de Benfiquistas. Mas não justifica uma época que não foi boa. Sobre a época, a análise que posso fazer é que falhámos. Mesmo que ganhássemos hoje [domingo], e até já tinha dito isso."

Final da Taça de Portugal

Preparar a próxima época com novas ideias

"Estamos a preparar a próxima época, já estávamos a fazê-lo antes da Taça de Portugal. Cometemos alguns erros nesta época e já estamos a trabalhar para que não voltem a acontecer. Não gosto de sair dos clubes a perder. Saí do Benfica [2014/15] e do Flamengo [2019/20] a ganhar. A nova época vai trazer novas ideias. Vamos ter já [em agosto] uma eliminatória de acesso à Champions League que é muito importante para o Clube."

Texto: Diogo Nascimento e Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro e Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 23 de maio de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Futebol

Por dentro da vitória na 7.ª jornada da Liga Bwin

Apoiada pelos Benfiquistas, antes e durante todo o jogo no Estádio D. Afonso Henriques, a equipa comandada por Jorge Jesus superou o Vitória de Guimarães no Minho, na 7.ª jornada da Liga Bwin, continuando 100 por cento vitoriosa na competição, que lidera com quatro pontos de vantagem. Os bastidores de mais três pontos, autenticados pelos golos de Yaremchuk (2) e João Mário, estão neste vídeo...

Futebol

Darwin "muito feliz" pelos 50 jogos

Em Guimarães, na tarde/noite de 25 de setembro, Darwin completou meia centena de jogos oficiais com o Manto Sagrado, um registo que, confessou, o deixa "muito feliz". Lançado na equipa titular, o avançado somou os primeiros 90 minutos seguidos nesta temporada, envolvendo-se na dinâmica que, no terreno do Vitória, conduziu o Benfica ao sétimo triunfo seguido (1-3) em outras tantas jornadas na Liga Bwin.

Futebol

V. Guimarães-Benfica em imagens

Melhor ataque da Liga Bwin (agora com 19 golos), o Benfica partiu para um triunfo seguro (1-3) no terreno do Vitória de Guimarães. São sete vitórias em sete jornadas, 21 pontos que sustentam a liderança isolada num arranque perfeito no Campeonato. Yaremchuk (2) e João Mário marcaram os golos do Glorioso.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar