Futebol feminino

08 maio 2022, 18h02

Benfica é Bicampeão Nacional de futebol feminino

RESUMO DO JOGO

Liga BPI
12.ª jornada
Apuramento campeão
RESULTADO FINAL
Benfica 3
Sporting 1
Marcadoras
Carole Costa (4')
Andreia Faria (12')
Ana Vitória (75') 
Andreia Jacinto (90'+7') 

Histórico! A equipa feminina de futebol do Benfica sagrou-se Bicampeã Nacional. Num Estádio da Luz com 14 221 espectadores (recorde de Portugal em competições de futebol feminino), diante do Sporting, as águias venceram o dérbi da 12.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga BPI, por 3-1.

Catedral a receber o primeiro jogo no feminino em 2021/22 e a engalanar-se para o dérbi que se revestia de caráter decisivo. Milhares de Benfiquistas deram um colorido especial às bancadas e motivaram o Benfica. 

Dérbi

Entrada letal e eficaz das da casa. Iniciativa de Jéssica Silva pela direita travada pela defesa leonina. Canto para o Benfica apontado por Pauleta, o esférico chegou a Carole Costa, que atirou a contar para o 1-0, aos 4'. Primeiro motivo de júbilo na Luz.

Sporting tinha mais posse de bola, muita dela consentida pelas águias, que aproveitavam para ferir as leoas em contra-ataque. Foi num destes que surgiu o 2-0. Transição conduzida por Cloé Lacasse pela esquerda, diagonal para dentro, a bola sobrou para Andreia Faria, que, sobre a direita, rematou cruzado sem hipóteses para Doris Bacic (12').

Dérbi

A perder, o Sporting tentava reagir, incidia ainda mais pressão sobre as comandadas por Filipa Patão na saída para o ataque, ganhava mais duelos e segundas bolas, mas oportunidades claras, poucas. A exceção foi aos 15'. Combinação entre Diana Silva e Mariana Rosa, mas o cruzamento-remate saiu pela linha de fundo.

Nas quatro linhas, o jogo continuava bem disputado, com poucas paragens, emotivo, mas com poucas oportunidades de golo de parte a parte. Mais eficaz o Benfica, que testou a atenção da guarda-redes das verdes e brancas aos 29'. Trabalho de Cloé Lacasse pela direita, cruzamento e remate de Beatriz Cameirão para Doris Bacic encaixar. Nos descontos, aos 45'+4', o Sporting recuperou a bola, lançou logo o contra-ataque em Shandra Davidson, mas o tiro da canadiana saiu à malha lateral. Ao intervalo, 2-0!

Dérbi

No reatamento, o Benfica fez entrar Francisca "Kika" Nazareth e o maior poder ofensivo das águias quase surtiu efeito aos 49'. Ana Vitória, isolada, atirou ao lado quando tinha tudo para fazer o terceiro golo. As verdes e brancas reagiram com um remate de Andreia Jacinto do meio da rua para bela estirada de Katelin Talbert, aos 57'.

O dérbi continuava bem disputado, com poucas paragens e agora com mais frisson junto das balizas. Aos 67', transição muito bem desenhada pelas águias entre Cloé Lacasse e Pauleta, Kika Nazareth ficou isolada, mas não conseguiu bater Doris Bacic; na resposta, o Sporting, num lance de insistência, quase marcou, com Shondra Davidson a cabecear para Catarina Amado afastar em cima da linha de golo (68').

Dérbi

Adivinhavam-se mais golos na Luz e o 3-0 surgiu aos 75'. Pauleta, à entrada da área, deixou para Ana Vitória, o lance parecia perdido, mas a internacional brasileira nunca desistiu e bateu Doris Bacic. Aos 90', o Sporting teve direito a uma grande penalidade por falta cometida por Catarina Amado, mas Joana Marchão, da marca dos 11 metros, viu Katelin Talbert negar-lhe os intentos. Todavia, o Sporting ainda chegou ao 3-1, aos 90'+7', através do remate certeiro de Andreia Jacinto.

O triunfo no dérbi consagra o Sport Lisboa e Benfica como Bicampeão Nacional da Liga BPI!

DECLARAÇÕES

Dérbi

Fernando Tavares (vice-presidente do Benfica): "É uma enorme vitória, ansiávamos por este momento com os nossos adeptos, num palco fantástico e com um rival. As jogadoras conseguiram corresponder com um grande resultado. A exigência mantém-se, começamos a preparar a próxima época. No Benfica a exigência é máxima. Fazer dois golos no início do jogo foi muito importante, a equipa baixou os níveis de ansiedade, temos de agradecer aos adeptos. Vamos tentar construir um projeto no futebol feminino ainda mais forte. Foi uma época muito exigente, temos cerca de 250 unidades de treino, 40 jogos no final desta época, há jogadoras no limite dos limites. Os nossos adeptos são os melhores do mundo, no melhor clube do mundo."

Filipa Patão

Filipa Patão (elemento da equipa técnica): "Este título sabe a luta e sacrifício! Só nós sabemos a época por que passámos, foi uma aprendizagem. Estas jogadoras merecem, sabemos como foi difícil gerir isto, as jogadoras sabem a pressão e a dificuldade que tiveram. Só tenho a agradecer por mais esta conquista. Sabíamos que tínhamos de passar por este momento, as jogadoras tinham de vir ao seu Estádio, agradeço aos adeptos! O verdadeiro sócio e adepto tem de perceber que o Benfica são todas as almas que dão tudo pelo Clube. O Benfica precisa de mais, nós precisamos de mais. O jogo foi praticamente perfeito, demos uma excelente imagem do que podemos fazer. Nesta época sabíamos que tínhamos de ser melhores no processo defensivo, sabíamos da importância de ter uma estrutura mais sólida que no ano anterior, isso fazia parte do processo. Para a próxima temporada é melhorar e aprimorar."

Equipa técnica do Benfica

André Vale (elemento da equipa técnica): "A realidade é que a nossa época começou muito cedo por causa da Liga dos Campeões, todo o acumular no início podia ter dado a ideia de que a equipa ia claudicar um pouco. Mas o Benfica foi irrepreensível na fase de apuramento de campeão. Mandámos em todos os jogos, soubemos gerir os momentos do jogo. Esta equipa tem um ADN camaleónico. Conseguimos controlar todos os momentos do jogo. Parabéns a toda a estrutura e às jogadoras. Aos 12 minutos estar a ganhar por 2-0 foi como se estivesse 0-0 e nunca parámos."

Tiago Carmo (elemento da equipa técnica): "Deve-se a muito trabalho das jogadoras. Pedimos resiliência, entrega e raça. Como Benfiquistas transmitimos isso às jogadoras. Controlámos o jogo, sabíamos que o Sporting gosta de ter muita bola. Conseguimos sofrer e controlar as situações de golo do Sporting. Estamos de parabéns. A época foi longa e de muito sofrimento."

Carole Costa, Jéssica Silva e Sílvia Rebelo

Sílvia Rebelo (capitã): "É um sonho de menina, não podia estar mais contente. Foi uma época muito longa. Sabíamos que o jogo era bastante difícil. O Sporting precisava de ganhar, e no nosso Estádio, perante o nosso público, não podíamos facilitar. O Benfica que continue a apostar no futebol feminino, pois temos muito para dar, e a formação também."

Cloé Lacasse e Christy Ucheibe

Cloé Lacasse (avançada): "É uma sensação incrível, sabíamos que seria difícil. Os Benfiquistas apareceram, sabíamos que estariam connosco. É muito importante este triunfo, deixamos um legado. Vencemos um rival, é sempre melhor. Para mim nada é melhor. Temos de celebrar. Em jogos como este um golo a abrir faz a diferença, ajuda a eliminar os nervos. Foi importante."

Jéssica Silva e Kika Nazareth

Francisca Nazareth (média): "O título em si já é o que é, importante. Estas pessoas todas, o facto de estarmos aqui, foi um acumular de coisas... Somos o melhor clube do mundo! Tivemos de trabalhar, trabalhámos muito. É especial ter sido ganho no Estádio da Luz frente ao Sporting, temos mais duas jornadas e o Campeonato está ganho. Antes do jogo disse que se começássemos a ganhar o Estádio caía, e com 15 mil pessoas."

Jéssica Silva (avançada): "Sem palavras, estou muito feliz, época longa, mas é isto que nós merecemos. Somos bicampeãs."

Katelin Talbert

Katelin Talbert (guarda-redes): "É um sentimento fantástico, é um grande momento da minha vida, é o melhor momento! Foi um jogo espetacular."

Valéria Cantuário (avançada): "Tudo o que vivemos, só temos de agradecer aos adeptos. Ser Bicampeão nacional não é para qualquer um. Merecemos. Defrontámos uma equipa difícil, mas trabalhámos bem. Fomos eficientes e vencemos. Vamos continuar a trabalhar para continuar a fazer história."

Festejo com Valéria Cantuário

Pauleta (média): "Sem dúvida que é muito especial para nós este triunfo, era um dos grandes objetivos conquistar este Bicampeonato. Ganhar desta forma é um orgulho e ficará na memória de todos nós. Acho que o Campeonato é muito complicado. Só temos vitórias, e desde o início ouvimos muitos comentários que nem na luta estaríamos. Foi um triunfo merecido. Começámos a época em julho, temos jogadoras com mais de três mil minutos. Este objetivo alcançado é a recompensa perfeita."

Lúcia Alves

Lúcia Alves (lateral-esquerda): "Não queria sair do jogo [foi substituída], mas tive de o fazer! Dei sempre tudo pelo Benfica, é o meu clube e a minha casa. Desde pequena que sonho com este momento, ser campeã no Estádio da Luz. Dou tudo por esta camisola!"

Ana Vitória

Ana Vitória (média): "É um momento de muita alegria e gratidão aos adeptos, que apoiaram todo o tempo, empurrando no momento de cansaço. Muito obrigado! Foi mágico e especial marcar no Estádio da Luz. Sonhei com isto desde 2014 quando fiz um tour ao Estádio. Não são os melhores adeptos do mundo, são de outro mundo!"

Inspiradoras

Andreia Faria (média): "Não sou uma pessoa de marcar muitos golos, é uma sensação incrível fazê-lo perante os melhores adeptos do mundo. Que este momento se repita! É muito importante... não importa como começa, mas sim como acaba. Isto prova que nunca desistimos. Estamos aqui para honrar os adeptos e o Benfica. Não há palavras para os descrever. O Benfica não é um clube como os outros, é o maior de Portugal e um dos maiores a nível europeu."

Festejo com Ana Seiça

Ana Seiça (defesa-central): "É um título muito importante, pedimos aos adeptos para virem e eles fizeram o favor de o fazer, é uma sensação muito boa. Estivemos muito bem, a equipa foi aguerrida, ganhar 3-1 ao Sporting é muito bom... é incrível. Ser campeãs ainda com duas jornadas para disputar mostra muita competência da nossa equipa. Foi resultado de muito trabalho e garra."

Dérbi

Benfica-Sporting
3-1
Estádio da Luz
Onze do Benfica
 Katelin Talbert, Catarina Amado, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Lúcia Alves (Valéria, 63'), Andreia Faria (Francisca "Kika" Nazareth, 63'), Pauleta, Beatriz Cameirão (Maria Negrão, 87'), Ana Vitória, Cloé Lacasse (Ana Seiça, 87') e Jéssica Silva (Christy Ucheibe, 73')
Suplentes
 Carolina Vilão, Ana Seiça (87'), Valéria (63'), Maria Negrão (87'), Christy Ucheibe (73'), Francisca "Kika" Nazareth (63') e Lara Pintassilgo
Onze do Sporting
Doris Bacic, Joana Marchão, Bruna Lourenço, Joana Martins (Vera Cid, 76'), Fátima Pinto, Brenda Perez, Carolina Beckert (Ana Teles, 76'), Mariana Rosa (Alicia Correia, 46'), Andreia Jacinto, Shandra Davidson e Diana Silva
Suplentes
 Hanna Seabert, Rita Fontemanha, Ana Teles (76'), Melisa Hasanbegovic, Francisca Silva, Vera Cid (76') e Alicia Correia (46')
Ao intervalo 2-0
Golos
Benfica: Carole Costa (4'), Andreia Faria (12') e Ana Vitória (75'); Sporting: Andreia Jacinto (90'+7')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 8 de maio de 2022

Patrocinadores Futebol Feminino


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar