Atletismo

É uma das modalidades mais antigas, com o início em masculinos a remontar a 1906. Conta com vários títulos nacionais com destaque para os de Ar Livre, Pista Coberta, Corta-Mato, Estrada e Marcha. Realce também para a conquista de 5 Taças do Clubes Campeões Europeus de Estrada.

A pratica de atletismo no Benfica teve início em 1906. A 7 de fevereiro de 1909, Alfredo Camecelha tornou-se no primeiro atleta “encarnado” a vencer uma prova, em lançamento do peso, no Velódromo de Palhavã. A 7 de maio de 1911, realizou-se a primeiro prova oficial de corta-mato, que contou com a participação de oito equipas. O benfiquista Francisco Lázaro foi o primeiro atleta a cortar a meta, contribuindo para o 3.º lugar dos “encarnados”. O Clube alcançaria a sua primeira conquista oficial coletiva a 30 de abril de 1913, o Campeonato Nacional de Corta-Mato, na quinta edição dos Jogos Olímpicos Nacionais. Os atletas benfiquistas, ao ficarem em 2.º, 3.º e em 5.º lugar, permitiram que o Benfica somasse 10 pontos e vencesse a prova.

O Clube assumiu um papel importante na dinamização do atletismo durante os anos difíceis da I Guerra Mundial, ao ser o único organizador de competições inter-clubes, permitindo que a modalidade se mantivesse ativa.

Em 1934, o CIF organizou o primeiro torneio de atletismo feminino em Portugal, e contou com a participação de Benfica e Belenenses. Desta forma, o Clube passou a ter uma equipa feminina, que competiu entre 1934/35 e 1938/39. Durante esse período, Deolinda Chupelo foi a atleta que mais se destacou, ao sagrar-se campeã regional e nacional no lançamento do disco, na época 1938/39. Seguiu-se um interregno de quase trinta anos em que, apesar de em meados da década de 1950 atletas benfiquistas terem participado pontualmente em algumas provas, seria apenas reativado em 1964. A 5 de fevereiro de 1967, as “encarnadas” ganharam o seu primeiro título oficial coletivo, ao vencerem o Campeonato Nacional de Corta-Mato.

Na década de 1930, o Benfica, considerado um dos principais clubes da modalidade em Portugal, traduziu esse estatuto em títulos. O palmarés seria aumentado de forma significativa, a partir da década de 1980. E às conquistas nacionais foram adicionadas as internacionais, com os triunfos na Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada em 1987/88, 1988/89, 1989/90, 1990/91 e em 1991/92.

Imensos atletas, homens e mulheres, de várias idades, conquistaram inúmeros troféus e estabeleceram centenas de recordes nacionais em várias especialidades. Entre os principais nomes da história do atletismo benfiquista contam-se atletas como Manuel Dias, Francisco Lázaro, Cabeça Ramos, Fernando Ferreira, Guilherme Espírito Santo, Matos Fernandes, José Araújo, Maria Manuela Simões, António Leitão, Mário Aníbal, Maria João Lopes, Maria Virgínia Gomes, Nora Araújo, Ana Oliveira, Nélson Évora, Dulce Félix, Pedro Pichardo, entre outros.

Atletismo: Plantel
22
Campeonato Nacional de Corta-Mato Longo
28
Campeonato Nacional de Pista ao Ar Livre
5
Taça dos Clubes Campeões Europeus de Estrada

Contactos

707 200 100
(todos os dias das 9h às 20h)

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar